Celular na sala de aula, aplicativos e tecnologias.

24 de maio de 2017 Ana Clara Benrdt Gestão escolar, Studos Tags:, , 0 comentários

É fato que a educação nunca teve tanta ferramenta tecnológica e celular na sala de aula a favor da aprendizagem quanto nos dias de hoje.

Neste sentido, o celular na sala de aula e os aplicativos educacionais se destacam cada vez mais. Eles ampliam muito as formas diferenciadas de estudo dos alunos.

Professores e gestores percebem que as novidades tecnológicas podem melhorar gradativamente o desempenho dos estudantes. Isso acaba tornando o ensino mais interessante e prazeroso.

O que o celular na sala de aula pode oferecer?

São atividades com gamificações, análises instantâneas dos resultados e videoaulas objetivas que tornam vários temas trabalhados em sala muito mais fáceis de ser compreendidos.

Estes são só alguns exemplos que fazem parte da grande diversidade de ferramentas que podem ser acessadas pelos celulares.

Outro fato que devemos levar em consideração é a participação destes dispositivos na vida das pessoas. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) contabilizou, em março de 2017, 242,8 milhões de celulares, ou seja, há cerca de 117 celulares para cada 100 brasileiros.

A professora Geovana Mendonça Lunardi Mendes, do Observatório de Prática Escolares da UDESC, fala o que acha sobre o celular no meio pedagógico:

“o celular, assim como outros equipamentos tecnológicos, tem um excelente potencial pedagógico e em vários países do mundo, o uso é recorrente e produtivo”.

Sendo assim, não explorar o celular na sala de aula pedagogicamente é trilhar na contramão daquilo que parece ser um dos maiores aliados para avançarmos na educação do século 21.

Qual ferramenta tecnológica posso ter na sala de aula?

Para você explorar ainda mais, e ter uma ferramenta tecnológica e inovadora, conheça a Studos! A plataforma educacional auxilia coordenadores, professores e alunos. Com a Studos:

  • identifique as habilidades e competências dos alunos de maneira instantânea, sabendo exatamente quais são os pontos fortes e fracos;
  • melhore o desempenho dos alunos;
  • faça provas e simulados online e físicos;
  • reduza o tempo para criar e corrigir provas;
  • faça o seu aluno estudar onde quiser: smartphones, tablets ou computadores.

Um abraço!

wilson fernandes - celular na sala de aula

Talvez você se interesse também:

Como a tecnologia pode ajudar a educação?

Criar e corrigir provas: como reduzir o tempo gasto?

Como reduzir custos na sua instituição?

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.