5 dicas para a sua aprovação na 2ª fase da prova da OAB

5 de junho de 2018 Juliana Martins OAB 0 comentários

Nervoso com a proximidade da 2ª fase da prova da OAB? Calma! Preparamos este post com 5 dicas para você mandar bem na prova! Aproveite os poucos dias que restam para revisar a disciplina que escolheu e aumentar as chances de aprovação com as nossas dicas. Vamos lá!

Como é a segunda fase da OAB?

Os aprovados na prova objetiva da primeira etapa do exame da OAB enfrentam agora a segunda fase, que é o teste prático-profissional. A prova é formada por uma peça profissional (valendo 5 pontos) e quatro questões práticas, todas discursivas (valendo 1,25 pontos cada) na forma de situações problema.

O que é exigido do candidato?

A 2ª fase da prova da OAB objetiva examinar o raciocínio jurídico, a capacidade de interpretação e síntese do candidato para expor os casos, mas principalmente as técnicas profissionais a serem aplicadas. A pontuação necessária para que o candidato seja aprovado é igual ou superior a 6 pontos.

Dicas para aprovação

Para aumentar suas chances de aprovação a recomendação para esta última semana de estudo são as seguintes:

1. Organize seus estudos

Aproveite esta semana para rever os tópicos mais importantes da disciplina escolhida e revise todas as peças prático-profissionais que podem ser cobradas no exame. Organização e disciplina são fundamentais para alcançar a sua aprovação.  

2. Preocupe-se com tempo de prova

É importantíssimo se preocupar com o tempo disponível para realização do exame. Das 5 horas disponíveis, aconselho que divida o tempo da seguinte maneira: 3 horas para execução da peça profissional e 2 horas para realização das quatro questões discursivas, considerando as pausas, idas ao banheiro, por exemplo.

3. Treine as peças e refaça questões de provas anteriores

Treinar as peças e refazer as questões de provas anteriores é uma excelente forma de fixar os conteúdos mais cobrados pela FGV. Dica: refaça as provas com o cronômetro ligado, assim você terá maior controle sobre o tempo que leva para resolver as questões.

4. Peça x Questões discursivas

Em razão do nervosismo, por razões óbvias, um dos principais erros do candidato é gastar muito tempo na elaboração da peça e não sobrar tempo suficiente para responder às questões discursivas. O ideal, na minha opinião, é no dia do exame iniciar a prova pela realização das questões discursivas e depois a peça. Entendo que a elaboração da peça pode cansar mentalmente o candidato e baixar a sua performance na hora de responder as questões.

5. Uso do Vade Mecum

Por fim, é fundamental que o candidato saiba consultar o material que levou para a execução da prova. Saber o que levou e onde se encontram as legislações e suportes legais necessários para a realização do exame é fundamental.   

 

Quer mais dicas para 2ª fase da prova da OAB? Veja o que fazer na véspera da prova.

Se liga nas dicas e boa sorte na 2ª fase do Exame da OAB!

Um grande abraço,

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.